terça-feira, 6 de agosto de 2013

SIMPLES ASSIM

O que tenho pensado ultimamente é que tenho uma "doença". Sim, algo que nunca vou ficar totalmente livre, como se tivesse diabetes ou fosse alcoólatra. São doenças que teria que me controlar para o resto da minha vida. Então tenho tentado encarar meu problema alimentar com algo assim. Algo que realmente tenho que conviver, aceitar e seguir restrições alimentares. Simples assim!

Lembro quando eu era pequena, que tinha bronquite asmática e o médico falou que seria bom que eu fizesse natação. Fui prá natação. Não gostava. Comecei a nadar direto, a me esforçar. Um dia minha mãe comentou: Que bom, filha, que você gosta de nadar...Eu respondi, na verdade não gosto, mas não tenho opção, tenho que gostar.... Então a história é mais ou menos essa. Eu tenho que ter uma alimentação regrada, saudável (quem não tem?) para ter uma vida melhor. Simples assim. 

Outra coisa: Continuo escrevendo no meu diário à moda antiga, sim um caderno. E todos os dias tenho escrito: Só por hoje terei uma alimentação saudável. E sei lá, tem sido mais fácil. Ah, também pedi ajuda!

Conversei com meu marido e disse que queria que ele me ajudasse a manter o foco. Como se ele fosse meu padrinho do AA, ou como diz no livro da Judith Beck, meu técnico da dieta. Por me dizer: Não repita, ou não coma isso. Tá, alguém pode dizer: Quem precisa mudar é você, não ele, isso é uma muleta ou algo assim. Pode até ser, mas tem momentos em que eu fico encontrando desculpas para repetir ou comer uma bobagem e ele me ajuda a me focar novamente. Por exemplo, ontem: Eu me servi para almoçar, batata doce e uma linguiça cozida. me servi pouquinho e levantei para repetir. Ele falou: Coma a salada antes de se servir novamente. Eu fiz isso e?....Não me servi novamente de batata e linguiça. 

Tenho procurado não ser muito melindrosa. Tipo de ficar triste por ele ficar me corrigir ou me sugerir. Apenas pedi para ele ser discreto ao me aconselhar sobre esse assunto em público. Mas eu sinto que não tenho mais autoridade para dizer: Eu sei o que eu faço. Eu preciso de ajuda e pronto. Simples assim.

2 comentários:

SraRedonda Oblog disse...

TO VENDO SUA TABELINHA DE PESO E LEMBRANDO DE MIM... QUASE ASSIM TAMBÉM MAS NOS VAMOS VENCER FORÇA E MUITO SUCESSO BEIJO


QUEL =)

Kelinha disse...

Oie...vou aderir a esse seu método e pedir para meu marido me ajudar, pq está mto difícil essa caminhada...força pra gente.