segunda-feira, 9 de abril de 2012

Dra. Anônima

Eu sabia que pedir um puxão de orelha de vocês ia ser muito bom e realmente foi. Acabei não postando essa semana por que foi bem corrido. Tive hospede na quinta e sexta e no sábado fui acompanhar meu pai em uma breve viagem de quase 1000 quilômetros. Cheguei hoje, estou na casa da minha mãe, amanha vou para casa.

Vocês falaram muitas coisas interessantes, que me deixaram pensativa durante alguns dias. A Anônima prá variar vai no âmago de algumas questões. Fiquei pensando muito no que ela disse, de que assim que eu começo a emagrecer eu meio que desisto e volto a engordar ou algo assim. Será que alguma parte dentro de mim não quer emagrecer? Tem medo de encontrar a Melissa magra? Acho que sim, ainda não sei exatamente por que, estou pensando nisso...Aos poucos vou compartilhando minhas divagações com vocês.

A Pancha comentou sobre ir em um psicologo ou algo assim. Até gostaria, mas não tenho dinheiro prá isso. E sabe o que? Vou ir no médico pelo SUS. Eu moro em uma cidadezinha e o atendimento até que é bom. Como ainda estou obesa, eles vão me encaminhar para a nutricionista, com certeza e quem sabe até me encaminham para a psicóloga. Mas se não der não tem problema.

Seja como for eu gosto muito de falar sobre esse assunto. Muitas vezes com meu marido e inúmeras vezes pelo blog e isso tem me ajudado a exorcizar alguns sentimentos e emoções. E é por isso que eu gosto tanto dos comentários da Anônima, que apesar de no início ter sido meio grossa parece ter por alvo ajudar a cair a ficha das gordas mundo afora. E isso é bom, por que como todo mundo já sabe, se a gente não mudar a cabeça a gente até emagrece, mas volta a engordar.

Enquanto isso eu vou tentando descobrir por que tem uma parte de mim que está sempre tentando me boicotar. Assim que eu descobrir eu venho aqui contar para vocês. E se alguém tiver alguma dica, sobre por onde começar, onde está o fio para puxar...eu tou aceitando!

12 comentários:

SALETE disse...

amiga todas nos temos esse lado o que ñ pode é deixar ele ganhar sempre eu ate entendo dar uma desanimada mais ou vc quer ou vc não quer emagrecer. e se vc quer mesmo isso vc tem que ganhar desse lado negativo beijinhos

Anônimo disse...

Não sei pq vc acha que está perdendo o controle. Recomeçou no início do ano com 90 e já está com 85. Ao meu ver, vc está fazendo a coisa certa. Talvez não seja ainda o que vc tanto deseja, mas certamente já mudou de escolhas. Pelo que li nos últimos posts vc está insegura. O que é bastante natural. Faço terapia e recomendo a quem pode pagar. Mas vou te dizer por experiência prórpia: a motivação não está em nenhum psicólogo, nenhuma nutricionista ou nenhuma amiga anônima. Se vc não se conscientizar que esse ânimo que vc procura vc só vai achar dentro de vc, vc sempre vai dar de cara com essa insegurança e "necessidade" de apoio para continuar sua jornada! Bjs

rachel disse...

Acho que todo mundo meio que se boicota... continua desabafando por aqui, sempre tem mais alguém que compartilha dos mesmos sentimentos e cada um se ajuda um pouquinho :)

Fabi Lange Brandes disse...

tambem queria muito ir a psicologo, mas tbm to sem grana....
beijo

Anônimo disse...

oi, mel. eu resolvi prestar atenção em vc pq vc foi legal comigo. e tbem pq gosto do seu nome. hahaha. não, eu leio blogs de tudo que vc possa imaginar. desde feminismo, passando por culinária (não sei cozinhar direito), moda, arquitetura e dessa coisa que chamam de fitness. tudo meio ligado de alguma forma. eu gosto de gente. eu trato de gente na minha profissão. gente acima do peso e gente magra têm particularidades e isso é interessante. por isso que acho um saco qdo comento em algum blog de emagrecimento e já sou julgada por ser anônima. e não sou desocupada. fico lendo blogs qdo tenho que ficar acordada ou qdo tô dando uma pausa nas leituras.

a verdade é que o ser humano sempre repete as mesmas experiências. parece que a gente sempre tem que partir de um caminho já trilhado por outras pessoas. o que é meio burro, mas é o jeito que nossa cabeça processa as coisas.

terapia com algum psi é coisa bem legal. eu recomendaria. não sei se tem universidade onde vc mora, mas cursos de psicologia mantêm atendimento supervisionado gratuito. ninguém vai te mudar, mas é interessante poder falar as coisas. tem horas que as pessoas nem percebem o que dizem e um psi poderia só mostrar, dizer:"olha o que vc acabou de dizer, já pensou sobre isso?". é interessante.

eu vi uns programas de 4 obesos de aproximadamente 300kg. claro que são casos extremos, mas casos extremos apontam na nossa cara onde os problemas estão. achei interessante (mas triste) que, em um caso, a obesa sofria com gente da própria família - a mãe! - e que nem era magra. a mãe apontava e ria! maldade... mas é sintoma de doença da dinâmica da família toda. como se essa obesa fosse a concretização de um problema familiar.

a outra era cuidada pelo marido, que parecia estar lá pra ela o tempo todo e começou a reclamar qdo a mulher ficou mais independente e não precisava os cuidados dele. doido, né? ele mantinha a mulher lá pra ele cuidar e não queria exatamente que ela mudasse. ele traiu ela enqto ela tava na mesa de operação. gente fina. mas o que mais me chamou atenção é que ele não queria que ela emagrecesse e mudasse. qdo as pessoas mexem drasticamente numa dinâmica que já existe, todos os lados afetados costumam reagir. e rolam ciúmes, brigas, birras... "vc tá bem assim e eu te amo assim". eu até acho que a pessoa tem que ser amada incondicionalmente, mas isso é diferente de fazer com que a pessoa não mude. essa daí, depois da bariátrica, encarou o trauma de ter sido abusada qdo criança. ela acha que engordou tudo que engordou pra se proteger/esconder do mundo.

vc tem 36, né? posso dar um palpite e posso errar enormemente? eu acho que vc tem medo de descobrir uma mulher bonita e que chama atenção sob sua gordura. eu não gostei qdo vc se xingou aqui uma vez. eu ainda acho (achismo, posso estar errada) que vc tá escondendo um monte de coisa bonita dentro de vc. eu só acho que vc tem que se gostar e se ver bonita mesmo durante o processo todo. ok, pode se olhar no espelho e não gostar de estar acima do peso, mas pode pensar que tá hidratando bem a pele pra ela voltar ao lugar certinho junto com o emagrecimento. pode gostar do cabelo, do rosto, da voz. vc não é nem um pouco velha, mas eu achava que era mais pro início do blog. sério, que energia de estagnação. vc hj parece mais leve.

seja leve antes até de emagrecer...

Mel disse...

Querida anônima,

sabe que eu gosto cada vez mais de vc...hahaha

Como eu comentei, vc vai no âmago de algumas questões e eu estou disposta a isso sim...Não que seja fácil reconhecer ou identificar algumas coisas... mas sim tou disposta a puxar o fio dessa meada e descobrir a origem da minha compulsão alimentar.
na verdade tem alguns aspectos do meu passado que eu relaciono hj 100% com o que vc falou, no sentido de não querer deixar aparecer uma mulher bonita em mim, mas eu sei que tem algo antes desses acontecimentos, que eu já identifico claramente.

Esses dias eu tava lendo um livro de terapia cognitiva, não o da Judith Beck, um outro, que dizia que muitos dos nossos grandes problemas podem ter se originados de pequenas coisas que se fizeram gigantes na nossa mente. As vezes uma frasezinha, uma olhadinha sem prestar atenção da nossa mãe...sei lá....faz com que algumas pessoas passem a enxergar muitas coisas de um modo totalmente equivocado.... No meu caso eu acho que são coisas mais ou menos assim...tipo minha irmã, 5 anos mais velha que eu sempre foi linda, delicada e magra...eu acabei indo prá um lado mais intelectual e acabei negligenciando a vaidade...tem uns lances com a mamis tbm...mas é tudo coisa pequena (ainda bem!) e que em geral eu até sei quais foram as frases, os momentos que marcaram minha infância, adolescência e coisa e tal....eu só não sei como desfazer esses lances na minha cabeça. se vc entende um pouco de cognitiva eu tenho tentado uns esquemas do ABC, mas realmente é meio difícil eu ser minha própria psicologa...Mas eu tenho tentando desfazer alguns nós...espero sim, que isso resulte em uma mulher com mais autoestima, autoconfiança e vaidade!

Outra coisa, quando vc começou a escrever no meu blog...é lógico que eu pensei: que pessoa chata e cheguei até a te achar meio recalcada....pensei tbm: o blog é meu, não preciso publicar os comentários dessa pessoa. Tá, isso era verdade...mas também é verdade que se eu resolvi expor minha vida em um blog, mesmo não postando fotos de frente e nome completo...é por que estou abrindo minhas opiniões, emoções...a qualquer pessoa, goste eu da opinião dela ou não...Digamos assim: ao mesmo tempo que o blog é meu e eu é que autorizo quem comenta e quem não, ele também é publico e eu achava e acho que sendo público eu taria sendo hipócrita de mediar todos os teus comentários...e por isso resolvi meditar no que vc tinha a dizer...E sabe de uma coisa? Está valendo à pena!

By the way, vc é psi?

Por hj é só...tá mega tarde e eu tenho que pegar o ônibus super cedo, daqui a pouquinho..

Mel

Anônimo disse...

Oi Mel,
Que bom que você já sabe onde muitos nós estão. Muita gente nem tem a menor idéia, ou ficam em negação.
Não sei se expressei mal, mas eu não quis dizer que a terapia com psicólogo vai ter dar motivação. A terapia na verdade não vai te dar nada, é você quem vai, com orientação do psicólogo, se entender, se resolver, e, como consequencia, vai vir a motivação de você mesma. Minha psicóloga não me diz nada fora do comum, mas como ela sabe minha estoria, ela procura me fazer ver meus problemas sob um outro angulo; ela me faz pensar e analisar o que eu sinto sob um outro prisma.
Eu espero que você consiga um pelo SUS, ou que você encontre alguem que possa te ajudar, alguem com quem voce nao tenha reservas ou inibicoes de contar o que quer que seja que voce, pensa, sente, ja viveu, etc.
A sugestão da anônima, para saber se as universidades oferecem este servico é super válida! Investe nisso tb.
Um grande abraço!!!
Carla/Pancha

Va disse...

Oi Mel,
Estive um pouco ausente, mas já estou ficando a par das coisas.
Realmente não é fácil mudar coisas que estão fixadas desde muito tempo na nossa mente. Só com muita reflexão e imaginando a coisa e tentando modificar ela é que conseguimos melhorar e até mudar totalmente aquele pensamento.
Sabe que eu tinha esse medo de ficar bonita tb. ou sei lá ainda tenho né... Sim pq as vezes me pego pensando que está bom assim pq não quero sair na rua e ficar levando cantada e mais as vezes acontece isso e estou do lado do meu marido. Tenho meu marido e não quero nenhum outro. Lembro da minha mãe dizer algo a respeito quando era criança algo tipo assim: de a gente não dever chamar a atenção dos homens pra que nossos parceiros não acabem brigando com os outros. Tá meu marido não é de briga e eu tb nem dou bola nem aumento a coisa sabe. Mas percebi que isso era ou ainda é sim um dos empecílios para meu emagrecimento.
Outra coisa é que quando somos pequenos todos ficam dizendo que devemos comer pra ficar fortes que crianças gordinhas são mais saudáveis que bebês gordinhos e até em alguns casos crianças são mais bonitos. Enfim é bom descobrir as falhas e conseguir arrumar né? Não é fácil, mas quando conseguimos temos uma satisfação enorme e passamos a ser mais felizes.
A anônima (o), realmente nos ajuda. E sempre fala algo que nos traz reflexão. Gosto dos comentários dela(e).
Bem, estou tentando organizar o tempo e espero voltar com mais freqüência ao seu blog. Bjos Va.

Va disse...

Acho que eu tinha escrito outros comentários, mas acho que não estão aparecendo... AAAAAA Que pena tinha feito um comentário bem legal.. aaaa...
A próxima pesagem do desafio ficou para quinta dia 12/04/12. Será a última pesagem e teremos as medidas.
É amanhã viu!
Bjos Va.

Va disse...

Oii Mel,
Pros mosquitos não entrarem em casa colocamos telas nas janelas.
Sabe aquelas telas fininhas? então dessas aí. Fizemos uma armação de madeira, colocamos a tela e pregamos uma madeira fininha nas bordas pra prender a tela.. Aí é só parafusar na borda da janela. Ah tem que esticar bem a tela viu.
O repelente eu uso qdo vou caminhar pq passo por um lugar cheio de pernelongos, moscas e mutucas.. conosco funcionou. bom teste. bjos

Marcela disse...

OIEEE, consegui vir aqui hoje, e gostei muito do seu blog e da anônima..rsrsrs
acho q e bom escrever o que sente e ir se exorcisando, vc vai se vendo e vai modificando, eu fazia isso muito no inicio do blog, so não faço mais, pq me u tempo ta corrido.. e legal vc procurar ajuda mesmo nem q for no sus.
eu fiz terapia durante 4 anos e so nao faço mais pq meu terapeutaz ficou de me ligar e me esqueceu.. semana passada eu vi ele e ainda brinquei com ele.Logo eu quero voltar.
Muito bom ver essa preocupaçao consigo propria e p encerrar, não fique com medo de ver a mulher bonita que vc é, eu ainda tenho medo de emagrecer, mas venho batalhando e me redescobrindo a cada dia.
um beijo no coraçao e se cuida.

Larissa Toso disse...

oi querida! Seu blog é muito legal! Adorei ele! Força, estamos juntas nessa luta contra o peso! Beijão